Nessa coluna, já abordamos o que é, o que não é, de onde surgiu e a importância do ESG. Mas você já ouviu falar em Greenwashing?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

O termo em inglês pode ser traduzido como “Maquiagem Verde” ou “Lavagem Verde”, e consiste na promoção enganosa de discursos, anúncios, ações, documentos e campanhas publicitárias sobre ser ambientalmente e ecologicamente correto, sustentável e eco-friendly. Esse tipo de ação pode ser praticado por empresas e indústrias públicas ou privadas e organizações não-governamentais (ONGs).

Se você já ouviu falar em lavagem de dinheiro (conhecido por operações financeiras ilegais), vai entender que o greenwashing funciona de maneira semelhante, transmitindo uma mensagem otimista com relação às atividades de uma instituição, que na verdade, camufla ações danosas ao clima, à natureza e ao bem-estar social.
Esse tipo de prática tem se tornado mais comum conforme o interesse dos consumidores pela temática ambiental, e uma preocupação de comprar produtos que não agridam o meio ambiente cresce ao longo dos últimos anos, assim como a responsabilização de empresas pelos impactos ambientais. Em 2009, o instituto Nielsen divulgou uma pesquisa em que 42% dos consumidores brasileiros afirmam que se preocupam com consumo focado na redução do impacto ambiental. Entre 2018 e 2019, o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) analisou supermercados de SP e Rio e apurou que 509 produtos continham informações sobre preocupações ambientais, mas quando verificado, cerca de 48% não praticavam as ações que diziam.
Um caso famoso mundialmente é o da fabricante de automóveis Volkswagem, que estava fraudando as análises de emissão de poluentes de seus carros a diesel na Europa. O escândalo, apelidado de Dieselgate, foi muito comentado no mundo todo e rendeu inúmeros problemas financeiros e de imagem para a empresa depois.

Outros casos ficaram famosos nas mídias públicas, como os de marcas de roupas que pagavam milhões para agências de publicidade, enquanto a fabricação dos produtos era terceirizada para ateliês clandestinos em países asiáticos, com condições de trabalho análogo à escravidão.

Então fique atento. Antes de consumir ou investir, pesquise, informe-se e cobre as empresas. Se tiver dúvidas, procure seu assessor ou o especialista.

Mais Conteúdos

Dados de produção industrial dos EUA abaixo do esperado

Os EUA divulgaram os dados de Produção Industrial: -1,3% vs 0,2% expectativa vs..

Equivalência de taxas na Renda Fixa

Muito provavelmente os leitores mais atentos, ao lerem nossa última publicação sobre a..

Reflexões sobre as taxas dos Fundos de Investimentos

No Brasil, somos acostumados a fugir e ter medo de taxas. Isso porque,..