Análise Fundamentalista: Quais os principais indicadores?

Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dentre as principais escolas de análises de investimentos, destaca-se a escola Fundamentalista como uma das mais assertivas e sustentáveis, principalmente quando aplicada com viés de longo prazo.
O conceito da Análise Fundamentalista se baseia principalmente na análise da situação financeira, econômica e setorial de uma determina empresa, com o intuito de entender os possíveis cenários futuros e estipular um preço justo para as ações da companhia analisada.

A ideia central desse tipo de análise é descobrir a melhor relação entre preço de compra e preço de venda de uma ação, procurando empresas que possuam os preços de suas ações inferiores ao seu valor no determinado momento.
Mas como fazer uma Análise Fundamentalista?
Para fazer esse tipo de análise, é preciso levar em conta alguns aspectos importantes para se chegar a uma conclusão, são eles: balanços patrimoniais e demonstrativos de resultados financeiros, dados macro e microeconômicos e indicadores financeiros.

O que são os Indicadores e como avaliá-los?
Como sabemos, todas as empresas listadas na bolsa de valores devem obrigatoriamente divulgar seus resultados financeiros, e são a partir deles que encontramos os principais indicadores financeiros para realizar uma Análise Fundamentalista.

Mas quais são eles?
Preço/Lucro (P/L): é usado para avaliar a atratividade do preço de uma determinada ação no mercado através da comparação do preço de ações de empresas do mesmo setor.
Ou seja, dá uma ideia do quanto o mercado está disposto a pagar pelos lucros de determinada empresa.

EBITDA ou LAJIDA: Da sigla Earning Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization em inglês ou Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização, é basicamente o indicador do desempenho operacional, isto é, uma medição da eficiência operacional de uma empresa em um determinado setor.

Preço/ Valor Patrimonial (P/VPA): Basicamente esse indicador mensura quanto o mercado está disposto a pagar pelo ativo da empresa. A relação é simples, quanto maior o P/VPA, mais cara é a ação, quanto menor o P/VPA, mais barata está a ação.
Esse indicador facilita a análise e a comparação da relação do preço de negociação de um ativo com seu VPA.

EV/EBITDA: EV vem da sigla em inglês Enterprise Value, isto é, Valor da Firma.
Esse indicador ajuda a medir a capacidade de valorização de uma empresa a partir de um viés de mercado (EV) e vinculá-lo a sua capacidade de geração de caixa. Ou seja, o EV/EBTIDA ajuda a avaliar a produtividade de uma empresa sem considerar perdas com impostos, depreciações, juros e amortizações. Esse indicador está muito atrelado à expectativa futura do mercado sobre a empresa.
Dividend Yield (DY): Mensura o retorno em proventos que uma determinada empresa gerou nos últimos 12 meses com base nas cotações do momento de mercado, ou seja, o indicador aponta principalmente qual é o potencial de pagamento em relação ao feito na aquisição dos papéis.

Return On Equity (ROE): Em português, Retorno Sobre o Patrimônio Líquido, é um indicador de rentabilidade que mede a capacidade da empresa de gerar valor, considerando apenas os recursos que a própria organização possui.
Portanto, o ROE é um indicador de eficiência da gestão da empresa, pois evidencia se o capital dos acionistas está sendo utilizado “devidamente”.

Retorn On Invested Capital (ROIC): Em português, Retorno Sobre Capital Investido. É um indicador utilizado para medir qual a capacidade da empresa em gerar lucro a partir do capital total investido.

É importante salientar que existem outros inúmeros indicadores financeiros utilizados em uma Análise Fundamentalista, e que não existe um caminho certo ou errado na utilização desses indicadores nesse tipo de análise.
O mais importante é buscar o conhecimento necessário para que cada investidor possa seguir sua própria linha de metodologia de análise, para no final, tomar suas próprias decisões.

Mais Conteúdos

Tipos de OPEs: Operação Trava de Alta

Vamos para mais um post da nossa série sobre as principais operações estruturadas encontradas na plataforma..

Análise Fundamentalista: Quais os principais indicadores?

Dentre as principais escolas de análises de investimentos, destaca-se a escola Fundamentalista como uma das mais..

ESG: As Vantagens da Implementação

Nos últimos anos, os investidores em todo o mundo se envolveram cada vez mais com o..

Você sabe a diferença entre Tesouro Direto e Título Público?

Seguindo com as nossas publicações sobre os títulos emitidos pelo Tesouro Nacional, falaremos hoje sobre as..